Prefeitura de Bayeux abre oficialmente às ações em alusão à campanha Outubro Rosa

Prefeitura de Bayeux abre oficialmente às ações em alusão à campanha Outubro Rosa

A Prefeitura de Bayeux abriu oficialmente nesta quinta-feira (3), às ações em alusão ao Outubro Rosa, campanha de conscientização que alerta as mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e de colo do útero. Durante todo o mês, as Secretarias de Saúde e de Políticas Públicas para Mulheres do Município vão coordenar às atividades.

O prefeito Berg Lima destacou que a campanha é importante para lançar uma luz sobre a importância da atenção à saúde da mulher e mais ainda alerta sobre o câncer de mama.

“Demos o pontapé inicial com a abertura oficial da campanha Outubro Rosa no nosso município. Esse é o mês dedicado a saúde da mulher onde vamos ofertar serviços e campanhas nas nossas unidades de saúde e também nos bairros. É importante que as mulheres procurem atendimento e participem das atividades para prevenir e tratar o câncer de mama”, falou o prefeito.

O secretário de Saúde de Bayeux, Gilliard Abrantes, participou da solenidade e disse que o momento é importante para fazer uma alerta às mulheres bayuexenses. “Hoje é um dia de grande importância para o município. Bayeux vem desenvolvendo um cuidado e prevenção com as mulheres. Precisamos melhorar e em conjunto com o olhar do prefeito, avançaremos ainda mais. Criamos alguns programas, amadurecemos e evoluímos, através do programa, gerando vínculos, gerando vidas”, frisou Abrantes.

Para a secretária de Políticas Públicas para Mulheres de Bayeux, DaLuz César, é preciso que todos deem às mãos nesse conjunto de ações que será desenvolvida pela Prefeitura de Bayeux durante o Outubro Rosa.

“É uma alegria muito grande está nessa abertura do Outubro Rosa. Parabenizo o secretário de Saúde, a diretora da Divisão da Saúde da Mulher, Lady Soares, e a Prefeitura de Bayeux que a acredita na mulher bayeuxenses. Precisamos dar às mãos para ajudar e evoluir a cada dia na saúde e garantia dos direitos da mulher da cidade”, comentou a secretária.

A médica mastologista Cristina Seixas alertou durante uma palestra para às mulheres sobre a importância do autoexame para o diagnóstico de possíveis nódulos nas mamas. Entretanto, a especialista explicou para exames periódicos para mulheres acima de 40 anos.

“A orientação é que a mulher realize o autoexame/observação das mamas sempre que se sentir confortável para conhecer melhor a região e ficar atenta a eventuais alterações e tentar evitar o diagnóstico tardio. Mas, isso não anula o exame de mamografia. Outra recomendação é que mesmo sem sintomas, mulheres a partir dos 40 anos façam anualmente o exame clínico das mamas e aquelas entre 50 e 69 anos, no caso de baixo risco, se submetam a mamografia, pelo menos, a cada dois anos”, disse a Dra. Cristina Seixas.