Prefeitura de Bayeux amplia atendimento do centro de referência e integração social

Em três meses de gestão, a Prefeitura de Bayeux, através da Secretaria de Educação, comemora o aumento nos atendimentos do Centro de Referência e Integração Social (CRIS). Os números subiram 50% em relação a 2016, somando um total de 408 procedimentos só nesses primeiros meses de 2017.

Prefeitura de Bayeux amplia atendimento do centro de referência e integração social

Em três meses de gestão, a Prefeitura de Bayeux, através da Secretaria de Educação, comemora o aumento nos atendimentos do Centro de Referência e Integração Social (CRIS). Os números subiram 50% em relação a 2016, somando um total de 408 procedimentos só nesses primeiros meses de 2017.

O CRIS funciona no Centro Administrativo, no bairro do Sesi, e atende mensalmente 200 crianças e adolescentes com algum tipo de deficiência. “Funcionamos com a parte clínica, no qual temos vários profissionais que dão suporte às crianças com deficiência. Além disso, contamos ainda com a parte da educação, que reúne uma equipe itinerante e outra da sala de recurso multifuncional que realiza visitas nas escolas para ver a necessidade do aluno com deficiência”, descreveu a diretora do CRIS, Janai Erica.

De acordo com a psicóloga e coordenadora de atendimentos, Graça Balbino, outra maneira de chegar até as pessoas que precisam do atendimento é através do Conselho Tutelar ou por demanda espontânea. “Qualquer pessoa que precise pode procurar o CRIS, seja de escola estadual, privada ou que não estude. Ao chegar aqui, é realizada uma pré-triagem e depois fazemos os encaminhamentos para os serviços especializados”, relatou.

Sobre o CRIS - O centro conta com 12 profissionais como: fonoaudiólogos, fisioterapeuta, psicólogos, nutricionista, terapeuta ocupacional, três assistentes sociais e psicopedagogos, que atuam na reabilitação motora, cognitiva, auditiva e visual das crianças. O CRIS oferta ainda para as escolas os curso de libras, braile e autismo para ajudar no trabalho de ressocialização das crianças no ambiente escolar.

“Nosso objetivo é ter realmente um atendimento humanizado, acolhedor e eficiente que tenha resultado na vida das crianças. Queremos que, a cada dia mais, a equipe do CRIS possa fazer o trabalho acontecer da melhor forma possível em favor da população, que é o objetivo do prefeito Berg Lima”, falou a diretora, Janai Erica.

Além de todos os serviços de reabilitação, o CRIS também possui um ônibus adaptado que fica disponível para os cadeirantes e para pessoas que não têm condições de pagar um transporte. “Esse ônibus é uma grande conquista pra nós, porque antes não podíamos contar com esse suporte”, disse a psicóloga e coordenadora de atendimentos, Graça Balbino.

Segundo a coordenadora de atendimentos, Graça Balbino, o êxito nos trabalhos se deu graças à atitude do prefeito Berg Lima e da secretária de Educação, Adriana Diniz, em querer uma equipe comprometida na unidade. “Realmente temos uma equipe preparada para oferecer um serviço público de qualidade ao povo de Bayeux”, descreveu.

Comentários